aqui ou algum lugar

Reflexões de Cotidiano, crônicas sobre os aspectos mais corriqueiros das nossas vidas, do sentido da vida à mobilidade urbana, e tudo mais o que puder fazer aqui ou qualquer lugar melhor. Vamos pensar juntos?!

Turismo de Cotidiano. Um estilo de viajar, a partir de experiências e atenção sobre o dia-a-dia. Conhecer algum lugar além dos principais atrativos turísticos. Por seu sabores, cheiros, costumes e histórias que fazem qualquer local muito especial. Vamos viajar juntos?

Sabático, palavra de origem hebraica que significa repouso, é um período que algumas pessoas decidem tirar para repensar suas carreiras e vidas. Sair da rotina para tomar novos rumos. Conheça como foi a experiência!

Arte e emoção por todos os lados em Inhotim

18/08/2013

1 Comentário

Acompanhar
Instituto Inhotim, MG, Brasil

Instituto Inhotim, MG, Brasil

Não importa em qual direção está olhando, se dentro das instalações ou se ao ar livre, em Inhotim, a todo momento você se depara com arte. Arte no sentido concreto e no sentido abstrato ao denominar obras ou nomear a beleza. O Instituto Inhotim de Arte Contemporânea e Jardim Botânico é mais um daqueles lugares mágicos que parece que te transporta para outra dimensão. A sensação de que o tempo passa num ritmo diferente, não necessariamente mais devagar ou mais rápido, talvez mais presente. Mais uma “varanda para sentir a vida”, esses respiros de contemplação e reflexão que transformam a visão e experiências cotidianas.

Instituto Inhotim

Instituto Inhotim

Essa viagem teve ainda um gostinho especial, pela oportunidade de estar com duas das minhas irmãs (somos em quatro filhas na família) e minha sobrinha, curtindo belas paisagens e obras que estimulam todos os sentidos. De fuscas coloridos aos sons da terra, instalação com um furo de 200 metros de profundidade e microfones que permitem escutar o som da terra. Mais uma vez, faltam palavras para descrever o som cíclico e pulsante do planeta.

Instituto Inhotim

Instituto Inhotim

Como uma das minhas irmãs é psicanalista, a experiência de curtir arte contemporânea foi completamente diferente. Confesso que diversas vezes eu tenho certa dificuldade para compreender e até gostar de arte moderna e contemporânea, as analogias me fogem e não enxergo muito significado. Mas, talvez pelas correlações com a psique humana, a interpretação das obras toma outra proporção. E, como eu adoro uma boa conversa, rende discussões aprofundadas não apenas sobre a obra em si, mas também sobre valores, crenças e visões de vida. Se quiser entender ainda mais, além das boas explicações escritas em todas as obras, o pessoal de atendimento está sempre à disposição para compartilhar informações.

O Instituto Inhotim fica em Brumadinho, a cerca de 90 quilômetros de Belo Horizonte. Nós tivemos apenas um final de semana, chegamos no sábado de manhã e voltamos no domingo à noite, dando uma super sorte com o clima maravilhoso de sol. Se você me perguntar se dois dias são suficientes, hum, fica bem difícil de responder. Afinal, tudo depende de qual é o seu estilo. Nós visitamos praticamente todas as obras (infelizmente algumas estavam fechadas), mas tivemos que correr um pouquinho. Se eu pudesse, escolheria ficar três dias, para poder fazer as coisas com mais calma e curtir muito a paisagem, jardins, lagos, pássaros, luz. Para quem for de carro em um final de semana, prepare-se para o trânsito. Mesmo saindo com folga para chegar até o aeroporto, o transito típico de estrada está presente e faz com que o trajeto de Brumadinho ao aeroporto seja bem mais demorado do que o previsto.

Instituto Inhotim

Instituto Inhotim

Uma vez já escrevi que não sei o que é avaliar arte, dado que é muito pessoal e subjetivo. E a cada vez que visito um novo museu ou uma nova obra, acho que fico sabendo menos ainda. Acredito que seja uma conjunção de fatores muito pessoais.No final do dia, depende daquilo que te toca. Uma coisa é certa, acho que é impossível ir para Inhotim e não ser tocado de alguma maneira. A variedade das obras e a beleza da natureza complementam a varanda de cada um, seja lá qual for a sua.

Foto 20-07-13 16 44 00

Foto 20-07-13 16 52 33

Foto 21-07-13 09 52 02

IMG-20130730-WA0000

IMG-20130730-WA0008

IMG-20130730-WA0011

Para entender mais sobre a varanda, vale a pena ler o texto sobre a Flip. A analogia não é minha, mas da poetisa Bruna Beber, mas que eu gostei tanto que praticamente me apoderei da minha varanda.

Um Comentário

Deixe seu comentário sobre Arte e emoção por todos os lados em Inhotim

Faz sentido?! Compartilhe suas ideias também.

Rumo ao minimalismo! Ou nem tanto… coisas desnecessárias que carreguei durante a viagem.

12/12/2012

3 Comentários

Acompanhar

Viajar por mais de seis meses com apenas uma mochila nas costas é um belo desafio. Um dos maiores benefícios também é aprender a viver com pouco. De fato, precisamos de bem menos coisas do que imaginamos, mesmo que, respeitando uma tradicional preocupações femininas, seja fundamental ter diversas opções para não parecer que está sempre com a mesma roupa. Apesar de, quase sempre, usarmos as mesmas peças do armário corriqueiramente. Confesso que logo no começo eu não estava preparada com […]

Leia mais...

Desinformação e despreparo aumenta a confusão.

05/02/2014

1 Comentário

Acompanhar

A visão de quem estava na situação da parada ontem na linha vermelha do metrô em São Paulo. Já era começo da noite quando resolvi voltar para casa, apesar da claridade do pôr-do-sol às 19h20 nesse verão intenso. Depois de uma reunião produtiva na Zona Leste de São Paulo, me dirigi até o metrô para voltar à Zona Oeste da capital paulista onde moro. Ingênua, como uma das maiores defensoras do metrô e adepta convicta do transporte público, até elogiei […]

Leia mais...

Rumo ao minimalismo! Ou nem tanto… coisas desnecessárias que carreguei durante a viagem.

12/12/2012

3 Comentários

Acompanhar

Viajar por mais de seis meses com apenas uma mochila nas costas é um belo desafio. Um dos maiores benefícios também é aprender a viver com pouco. De fato, precisamos de bem menos coisas do que imaginamos, mesmo que, respeitando uma tradicional preocupações femininas, seja fundamental ter diversas opções para não parecer que está sempre com a mesma roupa. Apesar de, quase sempre, usarmos as mesmas peças do armário corriqueiramente. Confesso que logo no começo eu não estava preparada com […]

Leia mais...

Turismo de Cotidiano

22/03/2012

39 Comentários

Acompanhar

Cada um tem um estilo de viajar. Alguns são apaixonados por museus e castelos. Outros fascinados pela gastronomia. Há aqueles que aproveitam mais a noite do que o dia. Além dos muitos brasileiros que de verdade estão enlouquecidos com as compras. Com uma pitada de cada um desses estilos, descobri o meu estilo de viagem (e acredito que inclusive inventei o termo…): turismo de cotidiano. Sabe aquela caminhada despretensiosa por algum bairro, sem exatamente saber qual o destino final, observando […]

Leia mais...

Vegetariana com benefícios / Vegetarian with benefits

23/04/2012

17 Comentários

Acompanhar

A definição não poderia ser melhor e mais engraçada. Afinal, é realmente complicado dizer que você é uma “peixetariana”. Na maioria dos locais é mais fácil dizer que se é vegetariano, ainda mais quando você não sabe a língua. Mas aí alguém oferece uma opção com peixe ou frutos do mar… hummmm. Como eu sempre digo, não como nada que andou ou voou, só o que nadou! A expressão “vegetarian with benefits”, espontaneamente dita por Billy, querido amigo canadense, ainda […]

Leia mais...

Turismo de Cotidiano

22/03/2012

39 Comentários

Acompanhar

Cada um tem um estilo de viajar. Alguns são apaixonados por museus e castelos. Outros fascinados pela gastronomia. Há aqueles que aproveitam mais a noite do que o dia. Além dos muitos brasileiros que de verdade estão enlouquecidos com as compras. Com uma pitada de cada um desses estilos, descobri o meu estilo de viagem (e acredito que inclusive inventei o termo…): turismo de cotidiano. Sabe aquela caminhada despretensiosa por algum bairro, sem exatamente saber qual o destino final, observando […]

Leia mais...

Vegetariana com benefícios / Vegetarian with benefits

23/04/2012

17 Comentários

Acompanhar

A definição não poderia ser melhor e mais engraçada. Afinal, é realmente complicado dizer que você é uma “peixetariana”. Na maioria dos locais é mais fácil dizer que se é vegetariano, ainda mais quando você não sabe a língua. Mas aí alguém oferece uma opção com peixe ou frutos do mar… hummmm. Como eu sempre digo, não como nada que andou ou voou, só o que nadou! A expressão “vegetarian with benefits”, espontaneamente dita por Billy, querido amigo canadense, ainda […]

Leia mais...