aqui ou algum lugar

Reflexões de Cotidiano, crônicas sobre os aspectos mais corriqueiros das nossas vidas, do sentido da vida à mobilidade urbana, e tudo mais o que puder fazer aqui ou qualquer lugar melhor. Vamos pensar juntos?!

Turismo de Cotidiano. Um estilo de viajar, a partir de experiências e atenção sobre o dia-a-dia. Conhecer algum lugar além dos principais atrativos turísticos. Por seu sabores, cheiros, costumes e histórias que fazem qualquer local muito especial. Vamos viajar juntos?

Sabático, palavra de origem hebraica que significa repouso, é um período que algumas pessoas decidem tirar para repensar suas carreiras e vidas. Sair da rotina para tomar novos rumos. Conheça como foi a experiência!

Comunicóloga no meio de físicos e engenheiros

22/09/2012

1 Comentário

Acompanhar

Quando eu combinei com o Lucas de nos encontrarmos na França e acompanhá-lo para Grenoble no tal Congresso eu não tinha pensado no fato de que provavelmente seria uma estranha no ninho. Ir a um jantar de físicos e engenheiros e ainda ganhar um quadro com a paisagem do inconfundível Mont Blanc realmente marcou o encerramento desta jornada com mais uma visão de estilos e propósitos. E, principalmente, quão encantador e vasto é o ser humano.

Mestrandos, mestres, doutores, pesquisadores, cientistas. Apesar de conhecer bastante a vida acadêmica, afinal, professora por quatro anos, e mais dois como professora assistente, o universo dos acadêmicos de ciências exatas é ainda mais específico. Pelo meu lado de ciências humanas e carreira corporativa, o que me encantava na minha porção professora é justamente a “pegada” mercado no universo da comunicação, reputação e marcas, aliado a uma boa pesquisa e conceituação.

Com os cientistas brasileiros em Grenoble foi lindo presenciar aquela expressão de felicidade e encantamento ao apontar, por exemplo, a estrutura do prédio onde se tem uma usina de não sei o quê ou a discussão animada sobre a descoberta do uso de um material alternativo como uma solução inovadora para determinada necessidade da máquina. Bom, se bem que é sempre essa cara de Eureka, seja na ciência exata, seja no conceito diferenciado de um plano de comunicação (no meu caso) que me encanta e apaixona. Inclusive adoro a expressão “Eureka”, desde os tempos de leitura do Tio Patinhas (risos).

Claro, as diferenças de perfis e estilos proporcionam momentos impagáveis de aprendizados e de risadas que, para quem me conhece e sabe que nunca perco a piada, sempre serão lembrados. Diferença promovida pela presença da também estudiosa, só que do comportamento humano, como me autodenominei com o grupo. Especialmente agora, nesta fase de intenso turismo de cotidiano, quando pequenas expressões, gestos e comportamentos chamam com freqüência minha atenção.

Na França, o aspecto marcante cultural ao desfrutar a vida com beleza, nas roupas, nas artes, nos vinhos, nas comidas… Contraditoriamente também o sucesso irritante dos hits do sertanejo universitário brasileiro. É, para quem lembra da piadinha que circulou na internet há algum tempo, o sertanejo universitário realmente se formou e veio mesmo estudar fora. Como disse o Lucas, quem sabe até com a Bolsa do Programa Ciências Sem Fronteiras e, potencialmente, Breguices Sem Fronteiras. (risos – desculpem aos que gostam. Vamos assumir, é brega! Eu também gosto de um montão de coisa brega. Salve salve, o sertanejo não está na lista).

Enfim, tem até hit brasileiro com clipe produzido para europeus. Quando ainda estava em Lille, na casa da adorável Odha, eu vi o tal clipe com música em português do Brasil, mas visual de roupa de gringo, que me deixou meio confusa, até consultar o oráculo dos deuses Google e descobrir que o tal cantor e música estão nas paradas de sucesso na França, apesar de não fazer o mesmo sucesso no Brasil.

Comento o curioso fato com alguns dos cientistas, dado que estávamos brincando sobre a semifesta feita no carro da frente no teleférico que nos levou ao excelente jantar do Congresso com uma linda vista da cidade e dos Alpes. Claro, a conversa foi interrompida para falar do código Morse usado neste tipo de transporte há algum tempo. “Uau, me senti a mais fútil agora!”, brinquei. “Eu também sou uma estudiosa, mas do comportamento humano”, me autodenominei. “E este é sim um fenômeno de globalização e convergência de consumo”, e argumentei em minha defesa. “Mas meu comentário agora também é um insumo para você, estudiosa do comportamento, agora, o comportamento nerd”, respondeu um dos doutores, arrancando mais risadas dos presentes.

Comportamento talvez diferente na superfície, certamente comum no essencial. Estar com eles por quatro dias me fez perceber o quanto também gosto da vida de professora e, por certo, ainda quero me aprofundar nos meus estudos. É, acho que talvez eu goste de muitas coisas, difícil é selecionar! Porque também coisas cotidianas e comportamentos do dia-a-dia me encantam, assim como poder conhecer e compartilhar com todas as pessoas, de diferentes estilos e perfis. O prazer de descobrir e aprender não tem lugar definido, acontece para quem está aberto e disposto. Da música brega à discussão da origem do universo, com tudo que tem no meio.

Um Comentário

Deixe seu comentário sobre Comunicóloga no meio de físicos e engenheiros

Faz sentido?! Compartilhe suas ideias também.

Rumo ao minimalismo! Ou nem tanto… coisas desnecessárias que carreguei durante a viagem.

12/12/2012

3 Comentários

Acompanhar

Viajar por mais de seis meses com apenas uma mochila nas costas é um belo desafio. Um dos maiores benefícios também é aprender a viver com pouco. De fato, precisamos de bem menos coisas do que imaginamos, mesmo que, respeitando uma tradicional preocupações femininas, seja fundamental ter diversas opções para não parecer que está sempre com a mesma roupa. Apesar de, quase sempre, usarmos as mesmas peças do armário corriqueiramente. Confesso que logo no começo eu não estava preparada com […]

Leia mais...

Desinformação e despreparo aumenta a confusão.

05/02/2014

1 Comentário

Acompanhar

A visão de quem estava na situação da parada ontem na linha vermelha do metrô em São Paulo. Já era começo da noite quando resolvi voltar para casa, apesar da claridade do pôr-do-sol às 19h20 nesse verão intenso. Depois de uma reunião produtiva na Zona Leste de São Paulo, me dirigi até o metrô para voltar à Zona Oeste da capital paulista onde moro. Ingênua, como uma das maiores defensoras do metrô e adepta convicta do transporte público, até elogiei […]

Leia mais...

Rumo ao minimalismo! Ou nem tanto… coisas desnecessárias que carreguei durante a viagem.

12/12/2012

3 Comentários

Acompanhar

Viajar por mais de seis meses com apenas uma mochila nas costas é um belo desafio. Um dos maiores benefícios também é aprender a viver com pouco. De fato, precisamos de bem menos coisas do que imaginamos, mesmo que, respeitando uma tradicional preocupações femininas, seja fundamental ter diversas opções para não parecer que está sempre com a mesma roupa. Apesar de, quase sempre, usarmos as mesmas peças do armário corriqueiramente. Confesso que logo no começo eu não estava preparada com […]

Leia mais...

Turismo de Cotidiano

22/03/2012

39 Comentários

Acompanhar

Cada um tem um estilo de viajar. Alguns são apaixonados por museus e castelos. Outros fascinados pela gastronomia. Há aqueles que aproveitam mais a noite do que o dia. Além dos muitos brasileiros que de verdade estão enlouquecidos com as compras. Com uma pitada de cada um desses estilos, descobri o meu estilo de viagem (e acredito que inclusive inventei o termo…): turismo de cotidiano. Sabe aquela caminhada despretensiosa por algum bairro, sem exatamente saber qual o destino final, observando […]

Leia mais...

Vegetariana com benefícios / Vegetarian with benefits

23/04/2012

17 Comentários

Acompanhar

A definição não poderia ser melhor e mais engraçada. Afinal, é realmente complicado dizer que você é uma “peixetariana”. Na maioria dos locais é mais fácil dizer que se é vegetariano, ainda mais quando você não sabe a língua. Mas aí alguém oferece uma opção com peixe ou frutos do mar… hummmm. Como eu sempre digo, não como nada que andou ou voou, só o que nadou! A expressão “vegetarian with benefits”, espontaneamente dita por Billy, querido amigo canadense, ainda […]

Leia mais...

Turismo de Cotidiano

22/03/2012

39 Comentários

Acompanhar

Cada um tem um estilo de viajar. Alguns são apaixonados por museus e castelos. Outros fascinados pela gastronomia. Há aqueles que aproveitam mais a noite do que o dia. Além dos muitos brasileiros que de verdade estão enlouquecidos com as compras. Com uma pitada de cada um desses estilos, descobri o meu estilo de viagem (e acredito que inclusive inventei o termo…): turismo de cotidiano. Sabe aquela caminhada despretensiosa por algum bairro, sem exatamente saber qual o destino final, observando […]

Leia mais...

Vegetariana com benefícios / Vegetarian with benefits

23/04/2012

17 Comentários

Acompanhar

A definição não poderia ser melhor e mais engraçada. Afinal, é realmente complicado dizer que você é uma “peixetariana”. Na maioria dos locais é mais fácil dizer que se é vegetariano, ainda mais quando você não sabe a língua. Mas aí alguém oferece uma opção com peixe ou frutos do mar… hummmm. Como eu sempre digo, não como nada que andou ou voou, só o que nadou! A expressão “vegetarian with benefits”, espontaneamente dita por Billy, querido amigo canadense, ainda […]

Leia mais...